Buscar
  • CIOP

Câncer na Infância e Adolescência

Compreenda de que forma o câncer na infância e adolescência afeta um indivíduo em termos de sintomas e cuide da saúde de seu filho!


Recentemente, o grupo de trabalho de Prevenção do Câncer ao Longo da

Vida, dos Centros de Controle de Doenças, realizou um workshop intitulado

“Identificando Oportunidades para Prevenção Do Câncer Na Infância E

Adolescência.”


Ele ocorreu com o objetivo de conscientizar e desenvolver intervenções

comunitárias e políticas para diminuir os fatores de risco dessa doença em

faixas etárias mais jovens.


Muitos pais se preocupam com o câncer na infância e adolescência - e as

chances de que ele surja são muito baixas. A probabilidade de um adolescente

desenvolver câncer é de aproximadamente 1 em 330.


Porém, ainda assim, o câncer perde apenas para acidentes como causa de

morte entre crianças e adolescentes. Nesse caso, é preciso estar bastante

atento aos seus sintomas.


Informações sobre câncer na infância e adolescência


Assim como você coloca seu filho em um assento específico no carro ou com o

cinto de segurança cada vez que vocês saem, o ensina a brincar em segurança

e o vigia para que ele não se fira, é preciso estar atento aos sinais de câncer

infantil e adolescente.


Como pai ou mãe, você precisa estar ciente do que esperar. Caso identifique

algum dos sintomas abaixo, é necessária a realização de testes para descartar

essa doença ou iniciar seu tratamento. Alguns sinais e sintomas do câncer na

infância e adolescência são:


 Letargia, fraqueza, palidez, tontura;

 Dores nas costas, nas pernas e nas articulações, dor de cabeça,

problemas ao ficar em pé ou andar;

 Hematomas fáceis, sangramento anormal, sangramentos frequentes do

nariz, sangramento nas gengivas, petéquias (pontos vermelhos na pele);

 Infecções frequentes e repetidas;

 Febre que dura vários dias;

 Perda de apetite, perda de peso;

 Gânglios linfáticos inchados, estômago inchado ou sensível, fígado ou

baço inchados;

 Suor noturno;

 Irritabilidade.


O que fazer?


Antes de qualquer coisa, leve seu filho ao médico. Ele deve verificar se o

fígado, o baço ou os gânglios linfáticos da criança ou adolescente estão

aumentados. Em seguida, ele pedirá um exame de sangue completo.


- Isso é especialmente importante uma vez que a leucemia é o tipo de câncer

mais comum nessa faixa etária.

- O exame de sangue é crucial para o diagnóstico. Se o seu médico de

cuidados primários não solicitá-lo, dirija-se a outro médico. Não espere: o

câncer na infância e adolescência progride rapidamente e deve ser tratado

imediatamente.


 A maioria dos tumores sólidos malignos produz inchaço ou dor. Seus

sintomas variam porque a localização do tumor determina os sintomas

percebidos pelos pais.


Por exemplo, em casos de neuroblastomas – um outro tipo “comum” de câncer

na infância e adolescência, costuma-se encontra-lo no abdômen.


- Os pais podem sentir uma espécie de caroço enquanto vestem ou banham

seu filho. Um tumor no abdômen pode fazer com que a criança se sinta "cheia",

com dor no estômago, com perda de apetite, constipação e dificuldade para

urinar.


 Outros sintomas primários podem incluir a cabeça / pescoço ou peito.

Tumores localizados na cabeça e no pescoço podem se apresentar

como uma massa.


Mais sinais para se ficar atento


Se estiver contando com câncer na infância e adolescência, seu filho pode

apresentar "olhos negros", como contusões, uma pálpebra que se inclina ou

uma pupila que não se contrai adequadamente.


- Os tumores de tórax podem causar dor, dificuldade para respirar ou tosse

persistente, especialmente tumores que crescem em áreas da coluna vertebral.


 Às vezes, os sintomas aparecem com características menos específicas,

como perda de peso, febre ou outras sensações vagas de problemas de

saúde.

 Portanto, quaisquer sinais ou sintomas incomuns para os quais não há

causas aparentes devem ser investigados.


Mais exames médicos


Além do exame de sangue acima citado, é importante que o médico faça um

teste de urina em seu filho. Afinal, alguns tipos de cânceres quase sempre

produzem certos produtos químicos que são excretados na urina.


- Estes produtos químicos são normalmente encontrados na urina normal, mas

também são encontrados em níveis mais elevados em 95% das crianças

diagnosticadas com esta doença.


 Uma coleta simples de urina de 24 horas deve ser feita para detectar

esses níveis anormais.


Se houver suspeita de neuroblastoma, outros exames incluirão raios-X,

ultrassonografia abdominal, tomografia computadorizada de crânio, tórax e

abdômen, hemograma completo, exames de sangue da função hepática e

renal, exame de mIBG, escaneamento ósseo e aspiração de medula óssea.


Conclusão


Apesar de raro, o câncer na infância e adolescência é real e deve ser

diagnosticado o quanto antes a fim de que o tratamento adequado a ele seja

iniciado.


Sendo a segunda causa de morte infantil e adolescente, os sintomas dessa

doença se parecem muito com sintomas de doenças comum – e é justamente

por isso que as informações acima se mostram essenciais para que você

possa encaminhar seu filho a um médico.


Com a prevenção correta ao câncer na infância e adolescência, pode-se

minimizar as taxas de mortalidade e promover qualidade de vida à criança e ao

adolescente.



1 visualização0 comentário